PROJETO DE LEI DO DEPUTADO FÁBIO AVELAR PROPÕE NOME PARA ESCOLA DO BAIRRO MARIANA MARTINS

98

A escolha do nome de Conceição Rosa do Amaral, grande homenageada do parlamentar, atende também a sugestão, encaminhada ao deputado, por vereador de Nova Serrana

No dia 5 maio de 2021, o deputado Fábio Avelar protocolou, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) o Projeto de Lei (PL) 2.660/2021 que propõe nome para a escola estadual que está sendo construída no bairro Mariana Martins: Escola Estadual Conceição Rosa do Amaral. A escolha do mesmo também atende a uma sugestão, enviada formalmente ao gabinete do parlamentar na ALMG, do vereador Admilson Silva Emiliano (Admilson Cheiroso).

“O vereador Admilson Cheiroso me procurou com a sugestão de entrarmos com o pedido de nomeação da nova escola que está sendo construída no Mariana Martins, com recursos, na ordem de R$3 milhões, frutos do meu trabalho na Assembleia e junto ao Governo de Minas Gerais. São R$1,5 milhão por meio de um emenda extra que destinei e foi paga em 13 de agosto de 2020, mais R$1,5 milhão pagos por meio de nossa ação parlamentar junto à Secretaria de Estado de Educação, também em 2020. A Conceição Rosa foi uma mulher muito querida e estimada na região, inclusive, foi proprietária do terreno onde hoje a escola está sendo construída. Fico feliz em, ao lado do vereador, homenagear a dona Sãozinha, como era carinhosamente conhecida. Com certeza, é uma justa deferência. Já para a escola, certamente será uma honra ser batizada com um nome de peso e muito bonito”, comenta o parlamentar.

O PL 2.660/2021 justifica-se na pessoa que Conceição Rosa do Amaral foi em Nova Serrana e no papel desempenhado por ela na sociedade novaserranense. Sãozinha do Concesso, como era conhecida, nasceu em Barretos, comunidade de Nova Serrana, no dia 24 de abril de 1918. É filha de Pedro Martins do Espirito Santo e de Ana Rosa de São José. Começou a sua luta muito pequena, plantando verduras na roça, fazendo lavoura, tirando quadro e capinando para ajudar a sustentar os seus irmãos. Com 20 anos casou-se com Concesso Elias do Amaral, com quem teve 11 filhos. Pessoa religiosa e muito querida, Conceição Rosa faleceu no dia dois de agosto de 1991, aos 73 anos, e deixou grandes exemplos de trabalho e de dedicação à família.

“A dona Sãozinha foi muito trabalhadora e digna do merecimento de tal homenagem. Com certeza nos deixou um legado de grandes e ótimos exemplos. Além disso, a referida escola está localizada em uma área que era de propriedade dela e de seu marido Concesso Pinto do Amaral, adquirido muitos anos atrás. Tenho certeza que para a escola, e para todos os alunos que estudarem na mesma, o nome de dona Sãozinha será um grande presente”, lembra o deputado Fábio Avelar.

O PL 2.660/2021 passará pela aprovação da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) para, em seguida, seguir para a Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia (ECT).

Texto e Foto: Assessoria de Comunicação do Deputado Estadual Fábio Avelar

INFORME PUBLICITÁRIO